Total de visualizações de página

terça-feira, 19 de março de 2013

A vida,o tempo e o vento








Às vezes,rosa formosa
em outras,poço de tormentos
Igual é à água da chuva
às vezes traz muita alegria
ou outras a chuva só molha
Existência que o tempo desfolha
e a vida gira a ciranda
e um dia desfaz-se a roda
Um traço na linha do tempo
Um ponto na rosa-dos-ventos
e o vento carrega os momentos
porém,nunca estamos atentos
depois nós sentimos saudade
da pequena eternidade
Uma chama distraída
A qual nós chamamos de vida
Apagada pelo tempo
carregada pelo vento

Edson Ricardo Paiva.

Um comentário:

edson ricardo paiva disse...

Gostei do nome que deu ao meu poema, obrigado por compartilhar.